Como lidar com a crise sendo empreendedor: 9 dicas de planejamento

crise sendo empreendedor

O avanço do coronavírus e a adoção de medidas para evitar a transmissão da doença já estão mudando a rotina dos brasileiros. A essa altura, você já deve estar se perguntando: como lidar com a crise sendo empreendedor? Pensando nisso, nós do Mulherices separamos 9 dicas para te ajudar neste momento.

Afinal, como lidar com a crise sendo empreendedor?

Estamos vivendo um momento delicado e cheio de incertezas, principalmente para a economia. Com a restrição da circulação de pessoas, muitos estabelecimentos precisaram fechar as portas e se adaptar ao momento.

Então, o que é possível fazer ou planejar para minimizar prejuízos? Neste momento, ter um negócio é desafiador, mas algumas medidas podem ajudar micro e pequenos negócios a lidarem com a crise econômica. Por isso, trouxemos 9 dicas para você enfrentar a crise sendo empreendedor. Anota aí!

#1 Identifique o atual momento da sua empresa

Antes de qualquer coisa, é necessário que você saiba como está a vida financeira do seu negócio. Dessa forma, você conseguir estimar o que pode acontecer nas próximas semanas ou meses. Além disso, essa prática pode evitar que surjam problemas maiores lá na frente. 

Para isso, confira o fluxo de caixa da empresa e quais são os custos totais com os funcionários, estrutura, matérias-primas e fornecedores.

Assim, você conseguirá estimar qual será o investimento inicial necessário para bancar este período.

#2 Negocie com fornecedores

Em tempos de crise, todos estão no mesmo barco. Por isso mesmo, não é demais dialogar com os fornecedores e expor seus problemas e suas perspectivas. Com essa conversa, você negocia o prazo do pagamento, revê o contrato e possíveis diminuição de taxas, por exemplo.

Afinal, é provável que o fornecedor prefira flexibilizar os ganhos e entender certas limitações neste momento. Mas lembre-se: assim como você, seus fornecedores também estão passando por dificuldades neste momento.

#3 Monte um plano de ação para o pior cenário

Ser empreendedor é desafiador, principalmente em momentos de crise. Então, é muito importante que você tenha um planejamento para o pior cenário, incluindo cortes e contenções de gastos. Dessa forma, você conseguirá planejar seus próximos passos em relação ao próprio negócio. Não deixe o caixa apertar para agir, combinado?

#4 Aposte na venda online

Uma opção para amenizar as restrições de circulação de pessoas é apostar nas vendas pela internet. Para isso, crie estratégias de marketing digital para que sua empresa ganhe espaço online. Você também pode tentar fazer parcerias com empresas que fazem entregas e com lugares que divulgam o seu negócio.

#5 Comunique seus clientes

Em tempos de incerteza, é primordial que você avise seus clientes sobre os próximos passos da sua marca. Se você for começar a vender por delivery ou internet, eles precisam ser avisados, ok? O mesmo vale se você tiver que suspender as vendas por um período.

Seus clientes são essenciais para o sucesso do seu negócio, então deixe que eles saibam disso.

E lembre-se: não é porque as vendas pararam por um tempo que o contato com seu cliente também tem que parar. Utilize redes sociais, WhatsApp ou e-mail para manter o relacionamento com seus clientes.

Em tempos de crise, é mais importante fidelizar quem já conhece a sua marca do que tentar atrair novos clientes, viu?

#6 Dê motivos para comprarem seu produto

A gente sabe que para micro e pequenas empresas é muito difícil disponibilizar descontos e fazer promoções em tempos de crise. Condições especiais de pagamento ou preços especiais, porém, podem fazer a diferença.

Então, pense fora da caixa! O que faria seus clientes comprarem mais no momento? Um negócio atrativo ao cliente pode ser um fator para potencializar suas vendas e gerar mais recursos.

#7 Pense nos seus funcionários

Com a pandemia do coronavírus, também é importante pensar na saúde e no bem-estar dos seus funcionários também. Então, caso possa transferir o contato com o cliente para o espaço virtual, trabalhe no sistema home office.

Lembre-se de que nessa situação é importante conceder o suporte tecnológico e emocional para que o funcionário consiga produzir.

Além disso, caso haja qualquer corte de gasto necessário em relação à equipe, comunique a todos com antecedência.

#8 Aprimore suas condições de higiene

Na verdade, você já deve ter colocado em prática, mas é sempre bom reforçar: se seu negócio estiver com as portas abertas, redobre sua atenção com higiene e limpeza todos os dias. Por exemplo, disponibilize álcool em gel e, se o funcionário preferir, disponibilize máscaras também.

Colocando essas dicas em prática, você verá que será mais fácil passar pela crise sendo empreendedor.

#Dica extra: se você está desempregado, pense em formas de empreender

Com a pandemia do coronavírus, muitas pessoas já perderam o emprego. E, como voltar ao mercado pode ser muito difícil para algumas pessoas, o empreendedorismo por necessidade pode ser uma saída.

Inclusive, você pode aproveitar esse tempo em casa para estudar a oportunidade de negócios para o período pós-pandemia. Que tal começar a planejar sua própria empresa agora?

Leia também: Ansiedade na pandemia: dicas para deixar os dias mais leves

Conte com o Mulherices hoje e sempre!

A gente sabe que abrir um negócio e ser empreendedor em tempos de crise não é tarefa fácil, mas juntas vamos conseguir vencer mais essa luta, mulher!

Então, parceiro (a), conte com a gente para divulgar seus serviços de delivery durante a quarentena. Em nossas redes sociais, também compartilhamos outras dicas para aplicar no seu negócio. Acompanhe por lá!

E claro: hoje e sempre, conte com o Mulherices <3